Pular para o conteúdo

Além das Fronteiras: O Sudeste Brasileiro como Ponto Central dos Relacionamentos Sugar

  • por

O relacionamento Sugar é uma tendência que vem crescendo no Brasil desde 2016. Segundo dados do MeuPatrocínio, a maior rede Sugar do país, mais de 15 milhões de pessoas buscam por esse tipo de relacionamento, envolvendo Sugar Daddies, Sugar Mommies e Sugar Babies. Apesar de estar presente em todo o país, a maioria dos relacionamentos Sugar se concentra na região Sudeste. Essa região possui o maior número de adeptos, com 8,36 milhões de pessoas, o equivalente a mais da metade dos relacionamentos Sugar no Brasil. São Paulo se destaca como o estado com maior concentração de adeptos, seguido pelo Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. A explicação para essa concentração está relacionada à maior oferta de homens e mulheres financeiramente bem-sucedidos nessa região, bem como ao fato de que o Sudeste é a região mais rica do país.

O fenômeno Sugar no Brasil

O relacionamento Sugar ganhou popularidade no Brasil a partir de 2016 e desde então tem apresentado um crescimento significativo. De acordo com o MeuPatrocínio, o número de adeptos a esse tipo de relação representava apenas 6% em 2016, mas atualmente já alcança mais de 15 milhões de pessoas em busca desse estilo de vida.

O mercado teve seu momento de maior expansão no ano seguinte, com um crescimento de 96%. Mesmo durante a pandemia da Covid-19, o relacionamento Sugar continuou a crescer, registrando um aumento de aproximadamente 72% entre os anos de 2020 e 2022.

A expectativa é de que nos próximos anos o mercado continue em crescimento, com uma média de 20% anual.

Conclusão

O Sudeste do Brasil se consolidou como o ponto central dos relacionamentos Sugar no país. Com a maior concentração de adeptos e estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo liderando o ranking dos estados com mais adeptos, fica claro que essa região possui uma maior oferta de homens e mulheres com condições financeiras para oferecer uma vida de mordomia aos Sugar Babies.

O crescimento constante desse estilo de relacionamento sugere que o fenômeno Sugar veio para ficar e se tornou parte do estilo de vida de muitas pessoas no Sudeste brasileiro. A tendência é que o mercado continue evoluindo nos próximos anos, com um aumento médio de 20% anual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.